quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Biblioteca 'Sábado'

Não, a revista 'Sábado' não me paga comissões pelas minhas referências à colecções de livros que lançam. Mas... queria avisar que a 'Sábado´preparou uma nova série de livros. Ao mesmo preço de mais um euro pela compra da revista.

Aliás, devo congratular os senhores que mandam na revista por voltarem ao preço de mais um euro. Recordo que a última colecção estava a mais 1,5 euros. Não sei se foi para facilitar os trocos ou porque a colecção não teve muita saída, mas o certo é que preço antigo está de volta.

Os títulos são:
- Os Cadernos de Dom Rigoberto, de Mario Vargas Llosa;
- Revolutionary Road, de Richard Yates;
- O Físico, de Noah Gordon;
- Rapariga com brinco de pérola, de Tracy Chevalier;
- Lucky Jim, de Kingsley Amis;
- O Deus das pequenas coisas, de Arundhati Roy;
- Money, de Martin Amis
e
- A Herança de Ezster, de Sándor Márai.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Visto do Céu

Não nos restam dúvidas quanto ao estado da narrador deste livro: está morta.

Susie apresenta-se imediatamente: teria 14 anos e foi morta a 6 de Dezembro de 1973. Diz-nos quem é o seu assassino, para que não restem dúvidas ao leitor. E é assim que começa esta pequena obra de arte.

Confesso: já o li há alguns anos. Foi-me emprestado por uma tia. Mas agora ofereceram-mo no Natal. Quiseram trocar e eu recusei, imediatamente, a proposta, porque os bons livros nunca se esgotam. E por mais vezes que leia o 'Visto do Céu' de Alice Sebold nunca me vou cansar.

O site da livraria Wook diz-nos o seguinte: "Visto do Céu" é um romance sobre a América profunda, onde, por detrás da normalidade se pode esconder o que de mais horrível há nos homens. Susie, a narradora, é uma adolescente, que está morta quando o romance começa. E lá do céu resolve contar-nos como ali foi parar, vítima da brutalidade de um pacato vizinho, que a violou, a matou, a cortou em pedaços, que depois distribuiu por vários locais. Susie começa a observar, lá do céu, a vida na terra, e tenta modificar o destino daqueles que ama.

E é isto mesmo. Leiam-no! É muito bom. Palavra de repetente.

Por outro lado, podem ver o filme. Peter Jackson - realizador de 'O Senhor dos Anéis' - fez a adaptação ao grande ecrã desta obra. O trailer está: aqui.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Fogo Lento

Como já escrevi anteriormente, o suspense ocupa a maior parte das minhas estantes - isso e uma biografia enorme do General Humberto Delgado. Como também já disse no post imediatamente anterior a este, 'Fogo Lento' é o título de um dos livros que a seguir ao Natal começou a habitar o meu humilde lar.

Sinopse retirada do site Círculo de Leitores:
Kate sempre lutou pelos seus sonhos. Construiu uma vida pacata, junto da mãe e da irmã, e investiu todo a sua paixão na pequena empresa de velas e fragrâncias que criou. De um dia para o outro tudo muda. Escapa por pouco a uma explosão, a sua mãe morre e deixa uma dívida enorme, a melhor amiga tem de ser operada, o ex-namorado da irmã ameaça-a. Quando se cruza com Dylan Buchanan, o charmoso detective de Charleston, sente que ele é o único bálsamo entre tantos percalços e problemas a resolver. Dylan tem contudo um faro apurado e percebe que Kate está em perigo... Quem a persegue? Quem lhe deixa mensagens de morte? Quem destrói, na sombra, tudo aquilo que ela construiu?

Sobre a autora: Julie Garwood
Natural de Kansas City, mas de origem irlandesa, a autora norte-americana iniciou a série dos irmãos Buchanan com 'Sem Perdão'. Com mais de 32 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, tornou-se uma das autoras de culto do género. Aliando intriga e romance, prende o leitor a uma trama cheia de suspense e de momentos que nos tiram, simplesmente, o fôlego.

Desta autora tenho o já referido 'Sem Perdão' e o 'Misericórdia', ambos edições do Círculo de Leitores.