domingo, 12 de dezembro de 2010

O Vingador

Acabei de fechar o livro 'O Vingador', do autor inglês Frederick Forsyth.

(Frederick Forsyth também é autor do livro 'O Quarto Protocolo', que eu desisti de tentar ler no ano passado e que ainda não recuperei)

Este livro foi-me emprestado e com recomendações altíssimas. Basicamente, é uma daquelas tramas que parece desenvolver-se em dois tempos distintos, até que se cruzam.

Se por um lado temos a história de um jovem que para "escapar" a uma vida de trabalho em fábricas, acaba por ir parar ao Vietname, nos ano 60, e integrar uma força especial 'Os Ratos dos Túneis', por outro lado temos a história de um jovem milionário que se oferece como voluntário na guerra da Bósnia, nos anos 90.

E é aqui que tudo começa. O jovem milionário é assassinado por sérvios radicais e o avô jura que irá apanhar os assassinos do neto. Contrata então um Vingador para o ajudar. Assim, entra em cena um ex-militar, veterano do Vietname.

O tempo da narração passa-se em vários tempos, entre os anos 50/60 até 2001, onde se desenrola o "tempo real" da trama.

O livro envolve-nos de uma forma genial, e, para quem gostar de História, é nos oferecido de bandeja as "razões" da guerra da Bósnia, quase como se a vivessemos por dentro. Gostei, gostei, gostei...

1 comentário: