terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Leituras muitas. Tempo para escrever pouco.

Enfim, desde o meu último post já li (e não, não me estou a armar):

- Encontro com a Morte
- Perigo na Casa do Fundo
- O Segredo de Chimneys
- O Mistério do Comboio Azul
- O Homem do Fato Castanho
- As Investigações de Poirot
- Um Brinde à Morte

Todos estes títulos pertencem a Agatha Christie. Actualmente, encontro-me a ler mais uma obra desta fantástica escritora. Para quem apanhou a meio, ando a coleccionar as obras de Agatha. Um conjunto que tem vindo a ser vendido, aos sábados, com o Correio da Manhã. Já perdi conta às semanas.

Como prenda de Natal, a minha prima-afilhada ofereceu-me o livro 'Visto do Céu' de Alice Sebold. Já o li há muitos anos. Alguém mo emprestou e lembro-me que, na altura, fiquei bastante impressionada com aquela escrita e foi um daqueles que prometi a mim mesma comprar para a minha colecção pessoal. O tempo foi passando e não comprei. Deram-mo agora. Excelente!

Às páginas tantas, a minha mãe é sócia do 'Círculo de Leitores' e, na encomendazinha sagrada, veio Julie Garwood e 'Fogo Lento'. Tenho, portanto, três livros a prepararem-se para serem devorados. Mas... tudo a seu tempo.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Livros em cima da mesa

Além do meu fiel Poirot, comecei a ler a obra 'Terra de Neve', da autoria de Yasunari Kawabata, um romancista japonês, nascido a 11 de Junho de 1899. Kawabata publicou o seu primeiro livro em 1925, tendo recebido o Prémio Nobel da Literatura em 1968. Yasunari Kawabata suicidou-se pela inalação de gás a 16 de Abril de 1972.

De acordo com o site da livraria Wook, o livro é descrito como "a história de um amor de perdição passado no meio da edsolada beleza da costa oeste do Japão, uma das regiões mais nevosas do mundo. É aí, numas termas isoladas de montanha, que o sofisticado Shimamura conhece a geisha Komako, que se entrega a ele sem remorsos, sabendo de antemão que a sua paixão não pode perdurar".